24 fevereiro 2007

o som que termina a noite.

Aos poucos...
quase despercebidamente vou aceitando ao meu modo...
São novas manias embaladas num mundo não tão diferente assim do meu quarto...
Aceito. Espero. Contemplo.
Sou meu pior entrave nessas possbilidades.
Mas estou disposto a aceitar o seu placar...



Aqui embaixo o verdadeiro sentido pro título desse post.

"God knows how I adore life
When the wind turns on the shores lies another day
I cannot ask for more

When the time bell blows my heart
And I have scored a better day
Well nobody made this war of mine

And the moments that I enjoy
A place of love and mystery
I'll be there anytime

Oh mysteries of love
Where war is no more
I'll be there anytime

When the time bell blows my heart
And I have scored a better day
Well nobody made this war of mine

And the moments that I enjoy
A place of love and mystery
I'll be there anytime

Mysteries of love
Where war is no more
I'll be there anytime" (mysteries - Beth Gibbons)

Obs: o CD "Out of Season" (Beth Gibbons & Rustin Man) é a coisa mais linda desse mundo.

2 comentários:

Cristiano Contreiras disse...

aos poucos, todo sentido é demonstrado.

elsa nyny disse...

Olá!!

Passei por cá e adorei!!!
Voltarei...Portugal é logo ali ao lado!hehehe!

Muita força!!
:))